Archive for the ‘[Noticias]’ Category

Cabo Verde perdeu a sua diva

Posted: 17 de Dezembro de 2011 in [Informação], [Noticias]
Etiquetas:,

Cesária Évora, uma das maiores cantoras de Cabo Verde, faleceu hoje aos 70 anos de idade e depois de ter anunciado a sua retirada dos palcos em Setembro deste ano.  A data das exéquias ainda não é conhecida, mas no dia será decretada tolerância de ponto em São Vicente, caso o funeral seja realizado depois das 48 horas de luto nacional decretadas pelo Governo.

As reacções à morte de Cize não param de chegar um pouco de todo o mundo.

Para o Primeiro-ministro, José Maria Neves, a Cesária Évora é uma estrela que nunca se vai apagar e ficará “eternamente na memória” dos cabo-verdianos.

A RCV, avançou a informação de que o PM afirmou que a partir das 00h00 de domingo serão decretadas 48 horas de luto nacional. E caso o funeral não for realizado dentro de 48 horas,no dia das exéquias da diva será decretada tolerância de ponto em São Vicente. As cerimónias fúnebres da diva serão asseguradas pelo Estado.

JMN afirmou que Cize era um “nome cintilante da cabo-verdianidade” e acrescentou: “estamos a ver o que podemos ainda fazer para eternizar o nome de Cesária (para além do luto nacional)”.

O Presidente da República de Cabo Verde recebeu a notícia hoje com grande consternação. Para Jorge Carlos Fonseca, Cesária Évora foi “uma das grandes referências da cultura nacional”.  “Quando pensamos em Cabo Verde seguramente pensamos em Cesária Évora,” afirmou o Presidente.

O PR, que esteve com a Cize no dia do 70º aniversário da cantora, recebeu hoje com pesar a notícia, já que “nada fazia prever” o que acabou por acontecer.

JCF afirmou que tudo fará para estar presente nas cerimónias fúnebres em São Vicente.

Mário Lúcio, ministro da Cultura afirmou em declarações à imprensa que o Governo está a preparar as exéquias juntamente com os familiares da diva.

“Cesária deve ser homenageada de todas as formas que engrandecem o povo cabo-verdiano”, afirmou o Mário Lúcio, que já partilhou os palcos com a diva enquanto músico.

“Cesária, para além de cantora, era uma alma que cantava musica para todos” lembrou com profundo pesar o ministro que afirmou ainda que Cize era “um exemplo de vida”, uma pessoa de “enorme generosidade” que soube lidar com todos os momentos da vida.

O Presidente da Assembleia Nacional, Basílio Ramos, lembrou neste momento de dor, a mulher simples que foi Cesária Évora. “Cabo Verde fica mais pobre”, afirmou Basílio Ramos e acrescentou que a diva “deixa um grande legado que ficará na história”.

Para o Presidente da AN, Cesária Évora “levou o nome de Cabo Verde a todos os cantos do mundo” e recordou que o país tem uma grande dívida com a cantora.

O maior partido da oposição, MpD, em comunicado “manifestou a sua profunda consternação pelo desaparecimento físico de Cesária Évora … uma das maiores expoentes da cabo-verdianidade”.

Segundo o mesmo documento, para o presidente do Movimento para a Democracia, Carlos Veiga, Cize “soube com a sua voz encantar-nos e encantar o mundo” levando com a sua voz a alma cabo-verdiana aos quatro cantos da terra, projectando desse modo o nome e a imagem de Cabo Verde e reforçando o nosso orgulho nacional.

Para Veiga, a diva foi uma grande senhora e cidadã, simples e sempre preocupada com os problemas do dia-a-dia da sua comunidade, do seu Cabo Verde, que cantou com mestria e alma.

“É a nossa grande perda… a nossa voz que se cala!”, disse Filomena Silva, directora do jornal “A Semana” à Rádio Renascença. Filomena confirmou ao órgão de comunicação social a morte de Cesárias pelas 11h50 e descreveu o ambiente de consternação e tristeza.

Para Celeste Correia “há grandes vozes, mas há vozes inultrapassáveis”, afirma a ex-deputada do parlamento português.

“Recebi a notícia com grande tristeza, a sua morte foi muito sentida, telefonámos uns aos outros e quase estávamos em estado de choque. É uma grande perda para Cabo Verde e para os cabo-verdianos,” disse Celeste Correia.

Mário Matos, ex-deputado nacional, recebeu a notícia via telefone e foi “um choque”. “Ela tinha estado doente antes, mas a Cesária era uma mulher muito forte”, explica Mário Matos.

“Pessoas como ela são vampirizadas, todos vêm dizer que eram amigos de infância. Mas lembro-me de uma vez estar em sua casa e perguntar-lhe se m conhecia, e ela respondeu: “Bo ê um daquês mocinhe de senhor Mário Matos,”recorda o ex-deputado.

“É uma enorme perda para Cabo Verde e para o mundo. Poucos cabo-verdianos ultrapassaram os horizontes de Cabo Verde; a sua postura, para além da sua voz, a sua grande humanidade filosófica, irão perdurar. Como passara fome na juventude, tinha sempre a mesa posta em sua casa. O mundo está neste momento a sentir a sua falta,” concluiu.

Para o presidente da Associação Cabo-verdiana de Lisboa, Rui Machado, “ninguém como ela (Cesária) foi embaixadora do nosso país”. O representante da associação recebeu com imensa tristeza a notícia “não só por sermos conterrâneos da mesma idade, mas pela grande admiração, pelo talento, e tudo o que Cesária fez por Cabo Verde.

Rui Machado, que era amigo de Cize, acredita que “São Vicente em peso vai estar no funeral, e nós todos, onde quer que estejemos, estaremos também em pensamento.” E acrescenta: “a sua morte deixa um vazio enorme na cultura de Cabo Verde, ninguém como ela foi embaixadora do nosso país, da nossa cultura, no mundo. É como a Amália Rodrigues em Portugal.”

O artista plástico David Levy Lima recebeu a notícia “como um soco no estômago” hoje pela RDP.

“Temos todos que tecer um louvor pelo seu desempenho a nível pessoal e a repercussão na cultura de Cabo Verde, não só na música, mas nas artes; o trabalho dela levou o nome de Cabo Verde a todo o mundo, deu um grande contributo para o reconhecimento do nome de Cabo Verde. A música de Cabo Verde está bem entregue com novas vozes, mas o trabalho de Cesária abriu as portas, pôs Cabo Verde nas bocas do mundo,” afirma o artista.

O Secretário de Estado da Cultura de Portugal, Francisco José Viegas, lamentou o falecimento da artista e afirmou que “Cesária Évora foi uma das vozes mais expressivas e originais da música mundial. “A qualidade da sua voz era de alcance universal, e o reconhecimento internacional que obteve comprovou isso mesmo,” concluiu.

Fonte: http://cesariaevora.sapo.cv/noticias/1208005.html

Anúncios

Enquanto se festejava o apuramento da Seleção Nacional para o Euro 2012, Carlos Martins vivia o momento mais difícil e doloroso da sua vida. O seu filho, Gustavo, que fez ontem (dia 17) três anos, sofre de Aplasia Medular, ou seja, a sua medula óssea deixou de produzir os componentes sanguíneos necessários. Há já vários meses que a criança estava a ser acompanhada pelos médicos, mas teve uma recaída, precisamente enquanto o pai estava ao serviço da equipa nacional.

Depois da solidariedade demonstrada pelos jogadores e pelo treinador Paulo Bento, foi o próprio Carlos Martins que veio apelar publicamente para tentar encontrar um dador de medula óssea compatível, já que esta é a única solução possível para salvar Gustavo.

A família criou uma página no facebook para ajudar Gustavo:

facebook.com/vamosajudarogustavo

Conheça a lista das 168 entidades extintas/fundidas e as 26 que serão criadas no âmbito do Plano de Redução e Melhoria da Administração Central do Estado (PREMAC). Veja ainda o número de chefias que desaparecerá.

O Executivo eliminou 38% das entidades públicas, no âmbito do Plano de Redução e Melhoria da Administração Central do  Estado (PREMAC),  uma medida que deverá gerar uma poupança de 100 milhões de euros, conforme confirmado na quinta-feira pelo Secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino.

De acordo com o documento disponibilizado pela Secretaria de Estado da Administração Pública, o plano apresenta a lista completa das entidades públicas extintas ou fundidas pelo Governo ao abrigo do Plano de Redução e Melhoria da Administração Central do  Estado (PREMAC).

O Instituto Nacional de Administração, o Conselho de Garantias Financeiras à Exportação e ao Investimento e o Conselho Superior de Finanças estão entre os 11 organismos das Finanças que serão extintos ou fundidos, foi hoje divulgado.

Segundo  a informação disponível do site do Ministério das Finanças, foram extintas ou fundidas 11 entidades, entre as quais, quatro direções-gerais, a Direcção-Geral das Alfândegas e dos Impostos Especiais sobre o Consumo, a Direção-Geral de  Informática e Apoio aos Serviços Tributários e Aduaneiros, a Direção-Geral dos Impostos e o Instituto de Informática.
Quanto às entidades públicas empresariais, foram extintas ou fundidas a Agência Nacional de Compras Públicas e a Empresa de Gestão Partilhada de Recursos da Administração Pública, revela o documento.

Foram igualmente extintas ou fundidas duas “estruturas atípicas”, nomeadamente a de Controlador Financeiro e Comissão de Acompanhamento das Reprivatizações.

Ministério das Finanças cortou 137 cargos dirigentes

Ainda no âmbito das fusões ou extinções, de destacar também o Instituto Nacional de Administração, I. P., o Conselho de Garantias Financeiras à Exportação e ao Investimento e o Conselho Superior de Finanças.
No entanto, e apesar desta redução ao abrigo do PREMAC, o Ministério das Finanças criou duas direções-gerais – a Autoridade Tributária e a Direção Geral de Qualificação do Emprego Público – e um novo instituto – Entidade de Serviços Partilhados da AP,  IP -, acrescenta o documento.
Assim, de um universo total de 21 organismos, foram extintos ou fundidos 11, mantidos dez e criados três, o que perfaz um total final de 13 organismos.

De destacar também que o Ministério das Finanças está entre os cinco [Ministérios] que mais cortaram em cargos dirigentes. Inicialmente com 596 dirigentes, cortou 137, ficando com 459, sendo o quarto Ministério que mais reduziu os cargos de dirigentes.

De acordo com a informação facultada pelo Ministério das Finanças durante a conferência de imprensa semanal do Conselho de Ministros, na quinta-feira, num universo inicial de 361 organismos públicos foram extintos e fundidos 168, sendo que o Executivo  decidiu criar 26 novas entidades e manter 199. O saldo é, assim, de 224 entidades, ou seja, um pouco menos de dois terços do número inicial.

Veja toda a informação AQUI
Fonte: Expresso

10 anos depois do maior atentado Terrorista de que à memória, veja neste site http://noticias.sapo.pt/especial/11setembro/memorias/?hp muitas memórias de quem lá estava nesse mesmo dia, algumas impressionantes mesmo…

  • Eu e uma amiga, Sophie, tinhamos uma entrevista às 10h na torre Sul. Ela chegou mais cedo. A última comunicação que tive com ela foi um telefonema: “Don’t come. I don’t know what happened but don’t come!” Nunca mais a vi.

    Inês

A polícia inglesa confirmou hoje a morte da cantora britânica Amy Winehouse, encontrada sem vida, aos 27 anos, num apartamento em Camden Square, Londres.

De acordo com a Associated Press, não foram reveladas as causas da morte da cantora, embora a estação televisiva Sky News já tenha revelado que se tratou de uma overdose. Amy Winehouse era conhecida pelos problemas com drogas e álcool e recentemente tinha saído de um tratamento.

Na sexta-feira, a revista New Musical Express deu conta que Amy Winehouse tinha sido vista no festival iTunes, em Londres, a primeira aparição pública desde que cancelou, em Junho, toda a digressão europeia.

Amy Winehouse actuou apenas uma vez em Portugal, em 2008, no Rock in Rio Lisboa, num concerto atribulado, no qual aparentava estar alcoolizada.

Na altura, perante milhares de pessoas, a cantora chegou atrasada e actuou menos de uma hora e algumas das músicas foram interpretadas de forma atabalhoada.

Amy Winehouse tinha agendado uma nova digressão para este Verão, que incluia uma passagem pelo festival Sudoeste, em Agosto, na Zambujeira do Mar.

Leia toda a notícia aqui

Fonte: Sapo.Música

FUGA BEM SUCEDIDA DO CICLISTA DA MOVISTAR

Rui Costa, da Movistar, venceu este sábado a 8.ª etapa do Tour, que ligou Aigurande a Super-Besse Sancy.

O ciclista tornou-se o sexto português a ganhar uma etapa no Tour, precisamente um ano depois de Sérgio Paulinho ter conseguido igual feito. O ciclista da Póvoa de Varzim, que faz a sua terceira Volta a França, integrou uma fuga bem sucedida, dando o golpe fatal a cerca de 5 quilómetros da meta.

Nem a aproximação do cazaque Alexander Vinokourov, da Astana, impediu Rui Costa de fazer a festa. “É um sonho ganhar uma etapa no Tour. Foi incrível”, disse o ciclista português, de 24 anos.

Joaquim Agostinho, Paulo Ferreira, Acácio da Silva, José Azevedo, Sérgio Paulinho e agora Rui Costa são os portugueses que já fazem parte dos laureados da mais emblemática corrida do Mundo.

Fonte: Record

SCUT a pagar já em setembro

Posted: 5 de Julho de 2011 in [Noticias]
Etiquetas:, ,

Cobrança de portagens nas quatro SCUT (A22, A23, A24 e A25) que ainda estão em regime de circulação gratuita “deverá avançar em setembro“.

A cobrança de portagens nas quatro autoestradas SCUT (sem custos para o utilizador) “deverá avançar em setembro”, disse à agência Lusa fonte ligada às negociações da cobrança no interior do país.

Segundo a mesma fonte, o assunto está a ser tratado em reuniões das concessionárias com uma comissão de negociação dos respetivos contratos e nesses encontros “ainda não houve uma data definida”.

No entanto, a perspetiva é de que até ao final do mês “sejam publicados em Diário da República os preços a praticar” nas quatro SCUT e que serão afixados nos placares que antecedem cada pórtico.

Depois da publicação, “as concessionárias deverão ter um mês para implementar a cobrança”, acrescentou. Em causa estão portagens nas SCUT do Algarve (A22), Beiras Litoral e Alta (A25), Beira Interior (A23) e Interior Norte (A24).

Início de cobrança adiado em abril

A cobrança chegou a estar prevista para 15 de abril, mas o anterior Governo suspendeu a medida por considerar, com base num parecer jurídico, que seria inconstitucional um executivo de gestão aprovar um decreto-lei para introduzir novas portagens, respetivo regime de isenções e descontos.

As próximas semanas servem para afinar em novas reuniões as alterações contratuais das concessões por forma a regulamentar o funcionamento das portagens e a manutenção dos pórticos, já em curso. Segundo a mesma fonte, há um período “desde que os pórticos ficaram prontos e a precisar de manutenção que não deve cair em terra de ninguém”.

Entre outros pormenores, deverá ficar também definido o regime em que cada concessionária vai prestar o serviço de processamento de dados nos pórticos colocados ao longo das quatro SCUT.

Já houve testes de leitura realizados com viaturas em pórticos, mas “uma coisa é um teste e outra é o funcionamento real em que se vão colocar outras questões: aplicar isenções, diferenciar quem tem dispositivo ou não”, entre outros aspetos a definir no processamento dos dados, concluiu.

Ainda não foi possível obter informações do Ministério da Economia sobre os prazos da entrada em vigor das portagens.

Fonte: Expresso