Portugal Está Entre os Paises Mais Afectados Pelos Virus Informáticos

Posted: 13 de Fevereiro de 2011 in [Informação], [Internet], [Segurança/Antivírus/Firewall]
Etiquetas:, ,

Perto de 31 por cento de utilizadores da internet na União Europeia apanharam, pelo menos, um vírus no computador durante o ano de 2010, com Portugal entre os países mais afetados, com 37 por cento.

De acordo com um estudo do Eurostat, o gabinete estatístico da União Europeia, “quase um terço dos indivíduos que realizaram pesquisas na internet ao longo dos 12 meses do ano informaram que apanharam um vírus no computador”.

Portugal apresenta valores que superam em seis por cento a média dos 27 Estados-membros, apesar de 86 por cento dos utilizadores portugueses utilizar ‘anti-vírus’, valor que ultrapassa, ainda que de forma ligeira, a média europeia em matéria de segurança, de 84 por cento.

De acordo com dados recolhidos pelo Eurostat, os utilizadores mais penalizados pelos vírus informáticos encontram-se na Bulgária (50 por cento), Eslováquia (47 por cento), Hungria (46 por cento) e Itália (45 por cento).

Os países cujos utilizadores foram menos afetados são a Áustria (14 por cento), Irlanda (15 por cento), Finlândia (20 por cento) e Alemanha (22 por cento).

Entre os indivíduos na UE a 27, que utilizaram a internet nos últimos 12 meses, 4 por cento reconheceram já ter sido alvo de difamação ou violação de privacidade na internet, nomeadamente, na Bulgária e em Espanha (ambos com 7 por cento), Itália e Holanda (ambos com 6 por cento).

No mesmo período, 3 por cento dos utilizadores reconheceram ter tido prejuízos financeiros na sequência de pagamentos ‘on-line’, com a Letónia (8 por cento), Reino Unido (7 por cento), Malta e Áustria (ambos com 5 por cento) a liderar a lista dos países mais penalizados em matéria financeira.

Apesar dos números avançados pelo Eurostat evidenciarem alguma preocupação, a análise do gabinete de estatísticas europeu informa que a maioria dos utilizadores europeus (84 por cento) utilizam um software de segurança.

Entre os 27 Estados-membros, mais de 90 por cento dos utilizadores de internet na Holanda (96 por cento), Luxemburgo, Malta e Finlândia (todos com 91 por cento) lideram os maiores utilizadores de software de segurança.

Seguem-se Portugal (86 por cento), a Letónia (62 por cento), a Roménia (64 por cento) e a Estónia (65 por cento).

O estudo revela também que entre os indivíduos que vivem com crianças em casa, apenas 14 por cento têm um software de segurança instalado e 5 por cento confirmaram que as crianças acederam a ‘sites’ inadequados e contactaram com pessoas “potencialmente perigosas” através da internet.

Itália (11 por cento) e Letónia (9 por cento) são os países da UE com resultados mais preocupantes nesta matéria.

Fonte: WinTech

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s