Wikipedia deve apostar em conteúdo multimédia nos próximos anos

Posted: 15 de Janeiro de 2011 in [Informação], [Internet]
Etiquetas:,

Uma década, cerca de 78 milhões de utilizadores por mês e mais de 17 milhões de artigos em 270 línguas. Estes são números do presente da Wikipedia, a enciclopédia online mais popular do mundo. Mas como será o futuro do site nos próximos anos?
“Eu vejo o futuro da Wikipedia com muito bons olhos”, diz ao SAPO Ademar Aguiar. O professor da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) acredita que nos próximos três anos “a Wikipedia vai dar muitos saltos tecnológicos”.
“Se há dez anos atrás a informação que existia online estava em textos e fotos, hoje em dia temos o vídeo e os conteúdos das redes sociais”, exemplifica o especialista em arquitectura e design de software.
Outra aposta do site fundado pelo empresário norte-americano Jimmy Wales deverá centrar-se no desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis.
Por exemplo, “a possibilidade de descarregarmos uma aplicação da Wikipedia para o telemóvel ou tablet”, podendo consultar as informações sem estar ligado à internet, prevê Ademar Aguiar.
Quando acedermos ao site daqui há três anos, poderemos encontrar uma Wikipedia mais “interactiva e multimédia”, como aliás tem sido uma tendência generalizada na Web, aponta o investigador do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores do Porto.
Wikis são cada vez mais utilizados
Por trás da Wikipedia está um software colaborativo que permite uma edição facilitada de conteúdos por muitas pessoas. A expressão wiki vem da língua havaiana e significa rápido. “Os wikis tem sido cada vez mais utilizados, principalmente em universidades e empresas”, conta Ademar Aguiar.
O professor começou a adoptar a ferramenta em 1999 e actualmente “é uma prática corrente”. “Nós começámos a utilizar os wikis nas aulas para que os alunos pudessem aprender e partilhar o que aprendiam uns com os outros”, lembra.
Actualmente, no Curso de Engenharia Informática da FEUP “a entrega de trabalhos é feita nos wikis e muitos alunos têm a sua própria wiki”, exemplifica Ademar Aguiar. Práticas que deviam ser adoptadas por mais estabelecimentos de ensino, defende o investigador António Dias Figueiredo, também entrevistado pelo SAPO.


Fonte: Sapo

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s