Equipas de resgate enviam cápsulas de oxigénio e glicose para mineiros presos em mina no Chile

Posted: 24 de Agosto de 2010 in [Noticias]
Etiquetas:,

Equipas de resgate estão a enviar, através de um buraco perfurado na rocha, cápsulas com comprimidos de hidratação, glicose e oxigénio, para garantir a sobrevivência de 33 mineiros presos no fundo de uma mina no Chile.

Desde há 19 dias que os mineiros permanecem soterrados a cerca de 700 metros de profundidade no fundo de uma mina de ouro e cobre, uma situação que está a preocupar as autoridades, que na segunda-feira estimavam que seriam necessários cerca de três meses, ou mais, para salvar os trabalhadores.

A alimentação dos mineiros presos no túnel tem sido garantida através do fornecimento de cápsulas, batizadas com o nome de “pombas”, que demoram cerca de uma hora a descer até ao local onde se encontram os 33 trabalhadores.

No entanto, a abertura de um segundo buraco aumentou as esperanças dos responsáveis pelas operações de socorro, ao mesmo tempo que uma terceira sonda se aproxima do local onde os mineiros se encontram, conforme revelou o ministro das Minas, Laurence Golborne.

O último buraco entretanto feito, que chegou até aos mineiros no domingo passado, irá continuar a ser utilizado para fornecer o abastecimento. A segunda perfuração será aproveitada para estabelecer comunicações e a terceira para garantir a ventilação.

No terreno encontram-se médicos e psicólogos, que debatem a forma de manter os mineiros saudáveis durante os próximos meses, período estimado para se proceder à criação de um túnel suficientemente largo para permitir retirar os mineiros da câmara de segurança onde se encontram desde 05 de agosto.

Através de um sistema de comunicação recentemente instalado, os mineiros revelaram na segunda-feira à tarde que tinham ingerido atum em lata, leite e biscoitos, tendo ainda usado uma pá para cavar e aproveitar água retida no local.

“Eles tinham duas colheres pequenas de atum, um gole de leite e um biscoito a cada 48 horas”, explicou o médico da equipa de resgate, Sergio Aguilar.

Os responsáveis pelas equipas de resgate no local revelaram igualmente que estão a preparar um plano que permita manter os mineiros informados e ocupados.

“Eles precisam de perceber o que nós sabemos aqui em cima e que serão necessárias muitas semanas até que possam ver a luz”, afirmou o ministro da Saúde, Jaime Manalich.

Os 33 mineiros permanecem presos no fundo de uma mina desde o início de agosto, altura em que ocorreu um desmoronamento na mina de São José, situada a mais de 800 quilómetros a noroeste de Santiago do Chile.

(Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.)

Fonte: SIC

Anúncios
Comentários
  1. cantueso diz:

    En El País viene un gran gráfico de la mina donde se ven dónde están los mineros y por dónde pasan las sondas. EStá en español, pero creo que lo vas a entender.

    http://www.elpais.com/graficos/internacional/Localizacion/mineros/chilenos/tierra/elpgraint/20100823elpepuint_1/Ges/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s